No começo da noite desse domingo, 12, o coração do jornalista e voggler Jasse Neto, que já batia fraco, parou.

Foto: Fan F1

Ele estava internado desde a última segunda-feira, 10, em um hospital particular da capital após sofrer complicações decorrentes de uma pneumonia. Durante os sete dias de internação na UTI o quadro de saúde do jovem jornalista foi se agravando, ele sofreu um infarto e foi diagnosticado  uma infecção grave, que já atingia órgãos vitais como pulmões e rins e fígado.

No sábado, 11, os médicos informaram à família sobre a falência de alguns órgãos, mas que o coração ainda batia. A esperança da recuperação deu lugar a dor e a saudade, quando o coração de Jasse bateu pela última vez, por volta 18h desse domingo.

Jornalista desde o ano passado, Jasse, atuava também como vlogger. Em um canal no YouTube, onde falava sobre sua realidade “sobre rodas”. Ele era cadeirante e lutava contra problemas cardíacos e uma doença degenerativa, que comprometeu seus movimentos e até sua fala, mas tudo isso, não era impedimento para determinação e alegria do jovem, que formou em Jornalismo pela Universidade Tiradentes, quebrando paradigmas e incentivando os colegas a não desistirem diante das dificuldades.

Em uma entrevista ao Fan F1, em julho do ano passado, o jornalista, que participava de um evento para promoção de vagas de emprego a pessoas com deficiências, defendeu seu espaço no mercado de trabalho.

Foto/reprodução Facebook

Fã da cantora Joelma, Jasse chegou a ir a um show dela no final de semana passado, em Aracaju (SE), inclusive, o relato sobre o show foi sua última postagem no Facebook.

Um dia após este momento de alegria, Jasse já foi hospitalizado até falecer nesse domingo. O corpo do jovem está sendo velado no Cemitério Colina da Saudade, no bairro Jabotiana, em Aracaju (SE), desde a noite desse domingo, 12. O sepultamento acontece às 11h desta segunda-feira, 13.

Veja um dos vídeos postados no canal de Jasse no YouTube: