O Partido Socialista Brasileiro em Sergipe (PSB), emitiu uma nota pública no inicio da noite desta quarta-feira (11), onde faz esclarecimentos sobre as declarações do delegado Alessandro Vieira, vem a público prestar os seguintes pré-candidato ao senado e que na noite de terça-feira (10), divulgou uma nota informando que seria candidato independente por não aceitar dizer que é “o novo e continuar com os velhos” da política.

A nota do PSB diz que o delegado foi um dos principais articuladores de uma possível coligação. “Há cerca de quatros meses nosso partido vem mantendo diálogos e discutindo com membros do partido REDE em Sergipe, a possibilidade de uma coligação para as eleições que se aproximam”.

A nota diz ainda que Alessandro Vieira participou de todas as conversas e nunca teve seu nome vetado. “Nesses diálogos um dos principais interlocutores foi o Sr. Alessandro Vieira, que participou de diversas reuniões entre os partidos, e nunca teve seu nome vetado para participar da chapa como candidato a qualquer cargo eletivo, tendo sido discutida inclusive a possiblidade dele ocupar a vaga de Senador da República, ao lado do Senador Valadares, mediante o resultado de uma pesquisa entre ele e o advogado Henri Clay, hipótese essa que foi por ele defendida e não concretizada face o compromisso anteriormente firmado com o PPL”.

Ao final da nota, a direção do PSB elogia a postura do Dr. Emerson e de todos da Rede. “Reiteramos o nosso respeito e admiração por todos os membros REDE, em especial pelo seu líder Dr. Emerson, que tem se portado em todo esse processo com retidão, seriedade e compromisso com a verdade e com a viabilização de uma alternativa concreta e viável de um futuro melhor para os sergipanos”.

Com informações do Jornal da FAN