A prefeitura de Itabaiana (SE), assim como a de Aracaju (SE) já é alvo de especulações com relação ao processo eleitoral de 2020. O ex-deputado federal e ex-prefeito da capital, José Carlos Machado, já manifestou publicamente o desejo de disputar o cargo de prefeito do município de Itabaiana, no agreste sergipano, de onde é natural.

Em entrevista ao radialista Narcizo Machado, durante o Jornal da Fan na manhã desta quinta-feira, 14, Machado apontou que pode dialogar com todos os grupos políticos existentes em Itabaiana, mas já deixou clara a tendência que tem a um deles. “Sempre fui ligado ao grupo de Luciano Bispo”, afirmou, ao destacar que o município serrano passou mais de 30 anos sob o comando de dois grupos políticos, dos Teles de Mendonça e dos Bispos, mas que hoje também tem o grupo liderado por Valmir de Francisquinho.

Apesar das declarações, Machado foi cauteloso e disse que seu futuro político está completamente indefinido.

2018

Em 2018 Machado seria candidato a deputado federal, mas desistiu. Segundo ele, por razões políticas e pessoais, mas preferiu não detalha-las. Questionado pelo radialista Narcizo Machado sobre em quem votou no pleito do ano passado, ele respondeu: “Votei em Ana Alves para deputada estadual, pela história que tive junto ao seu pai e votei em Eduardo Amorim para governador”, finalizou. Sobre os demais cargos Machado disse que iria se resguardar ao seu direito de “voto secreto”.

Operação Caça Fantasmas

Sobre a Operação Caça Fantasmas que investigou a contratação de servidores fantasmas na administração do ex-prefeito João Alves (DEM), do qual José Carlos Machado era vice, ele disse que só falará sobre o assunto nos autos do processo e que irá provar sua inocência. “Só tenho certeza de uma coisa, ao final ficará comprovada a inocência de José Carlos Machado”, declarou.