A maternidade no bairro 17 de Março será a primeira maternidade municipal de Aracaju. A obra, que estava parada foi autorizada e já começou a sair do papel com previsão de ficar pronta em 2020.
Com um investimento de quase R$17 milhões, fruto de um convênio com o Governo Federal, além do 17 de Março, a maternidade contemplará, diretamente, os bairros Santa Maria, São Conrado, Atalaia, Coroa do Meio, Aeroporto, Farolândia e toda a Zona de Expansão.

Ordem de serviço foi dada dia 6 e tem previsão para ficar pronta em 2020. Foto: André Moreira/PMA

A maternidade terá capacidade para mais de 500 partos por mês. Serão cerca de 50 leitos de média complexidade. Sua estrutura contará com 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva neonatal  (UTIn); 10 leitos de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo); cinco leitos de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa); 50 alojamentos conjuntos (mãe e bebê agrupados); duas salas cirúrgicas com três leitos de recuperação pós anestésica; três leitos de cuidados intermediários; dois leitos de estabilização; nove leitos de aplicação de medicação e observação, e oito quartos PPP.

Para retomar a obra, a atual gestão municipal realizou adequações no projeto dentro das normas de acessibilidade, de acordo com as exigências do Ministério da Saúde. A secretária da Saúde, Waneska Barboza, conta que é muito especial poder retomar esse projeto e torná-lo realidade.  A ordem de serviço foi dada dia 6.